Cozinha do Gaúcho

Fazer risoto é fácil, simples e rápido

Publicado em 30/03/2017, às 10h36 | Atualizado em 30/03/2017, às 11h18

Por Eduardo Azevedo

Risoto de anéis de lula é leve, extremamente saboroso e casa perfeitamente com o período de quaresma / Foto: Eduardo Azevedo

Risoto de anéis de lula é leve, extremamente saboroso e casa perfeitamente com o período de quaresma Foto: Eduardo Azevedo

Para quem ainda está receoso em comer carne vermelha ou, por filosofia de vida, prefere consumir vegetais ou frutos do mar, a Cozinha do Gaúcho traz, esse semana, duas receitas do popular prato italiano: risoto. A primeira sugestão é o prato feito com anéis de lula. É leve, extremamente saboroso e casa perfeitamente com o período de quaresma. A segunda é uma receita vegana, que tem como estrelas o shitake, o tomate seco e a rúcula. O shitake aparece como sugestão, mas você pode utilizar outro tipo de cogumelo ou, ainda, fazer uma mistura dos seus preferidos. Pode usar cogumelos frescos ou desidratados, como utilizei na receita.

Para fazer um bom risoto, não há muitos mistérios, mas alguns fundamentos devem ser seguidos. Primeiramente, o recomendado é utilizar um arroz apropriado como o arbório ou canaroli. O arroz não deve ser lavado antes do preparo, porque o amido que ele libera deixará o prato cremoso. Não utilize queijos em pratos com peixe e/ou frutos do mar porque alteram demais o sabor. A água ou o caldo que você vai utilizar deve estar sempre fervente e deve ser acrescentada aos poucos. O arroz deve estar sempre úmido, mas nunca mergulhado. Por fim, e extremamente importante, é ficar mexendo o arroz com freqüência enquanto cozinha. A água ou o caldo deve ser quase toda absorvida antes de você acrescentar mais. Isso deixará o prato cremoso, o arroz solto, firme e tenro. Então, mãos à obra e bom apetite!

Risoto de anéis de lula

Ingredientes

200g de anéis de lula
1 1/2 xícara de arroz arbório
1/2 xícara de vinho branco
1/2 pimentão vermelho picado
1 cebola picada
2 dentes de alho picados
pimenta-do-reino
3 tomates sem pele e sem sementes picados
sal a gosto
caldo de peixe ou água quente
salsinha verde

COMO FAZER

Refogue a cebola até ficar macia. Acrescente o alho e depois os anéis de lula. Refogue por dois minutos e acrescente o pimentão picado. Tempere com pimenta-do-reino a gosto. Adicione os tomates, refogue um pouco e coloque sal a gosto. Adicione o vinho branco e refogue por cinco minutos. Separe os anéis de lula e um pouco do molho.



Na mesma panela, acrescente o arroz, mexa bem e deixe o vinho secar. A partir daí, comece a acrescentar a água quente (ou caldo de peixe - se for de cubinho, reduza o sal no início da receita) aos poucos com uma concha. Coloque o suficiente para deixar o arroz umedecido, mas não encoberto. É importante mexer com frequência. Isso garante uma textura cremosa e o arroz bem cozido. Repita a operação até que o arroz fique quase al dente. Então acrescente os anéis de lula reservados. Refogue e vá adicionando água até o cozimento do arroz. Salpique salsinha picada e sirva.

Receita para quatro pessoas

Risoto de shitake, tomates secos e rúcula

Ingredientes

Hummmm!

Hummmm!Foto: Eduardo Azevedo

50g de shitake desidratado
1/2 xícara de tomates secos
2 dentes de alhos picados
1 colher de açúcar
sal a gosto
pimenta-do-reino
1/2 cebola picada
1 1/2 xícara de arroz arbório
1 xícara de vinho branco
água quente
folhas de manjericão
1/2 maço de rúculas rasgada com a mão

COMO FAZER

Hidrate o shitake até que ele fique macio. Esprema e pique. Numa panela, aquece um fio de azeite e refogue o alho e depois acrescente o shitake por três minutos. Acrescente o açúcar, misture bem e adicione os tomates secos. Tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto, refogue um pouco e reserve.

Em outro recipiente, refogue a cebola, acrescente o arroz, refogue mais um pouco e coloque o vinho branco. Mexa bem até secar. A partir daí, comece a colocar a água, aos poucos, em conchas, o suficiente para deixar o arroz úmido, mas não mergulhado. Mexa com frequência, pois é isso que vai dar a cremosidade e deixar o arroz no ponto. Repita mais umas duas vezes e depois acrescente o shitake reservado. Vá cozinhando sem deixar o arroz secar. Adicione o manjericão. Quando o arroz estiver quase al dente, coloque a rúcula, mexa até atingir o ponto cremoso do risoto, com o arroz solto, firme e tenro. Sirva.


*As colunas assinadas não refletem, necessariamente, a opinião do NE10

Cozinha do Gaúcho Eduardo Azevedo é considerado pelos amigos como o gaúcho mais pernambucano que eles conhecem. É formado em jornalismo pela Unisinos, em São Leopoldo/RS, e foi adotado por Pernambuco faz 25 anos. A cozinha é uma das suas paixões.. gaucho.azevedo@gmail.com

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo