Estelar

Eclipse oculto: a missão pessoal no mapa astrológico

Publicado em 28/07/2017, às 21h10 | Atualizado em 28/07/2017, às 21h28

Por Carol Leão

Entramos no eixo Leão e Aquário, que vai mexer com a capacidade criativa e o compartilhamento da experiência pessoal / Foto: Pixabay

Entramos no eixo Leão e Aquário, que vai mexer com a capacidade criativa e o compartilhamento da experiência pessoal Foto: Pixabay

Saber qual é a sua missão. Certificar-se sobre qual o objetivo de seu trabalho nesse planeta em que somos passageiros. Essa é uma das principais dúvidas que levam as pessoas aos astrólogos. No mapa do céu do nascimento, um dos elementos astrológicos que indicam missão e objetivos a serem desenvolvidos aqui na terra é o chamado Nodo Lunar. Eles têm uma importância também no fenômeno astronômico mais popular: os eclipses.

Nossos ancestrais observavam o céu com minúcia e rigor. Pelo céu e a posição dos planetas, chegava-se a previsões, que iriam orientar o melhor momento de se semear e colher, numa época em que a natureza era hostil e o futuro aterrorizante. A observação do céu antecipava os rituais sagrados. Fenômenos como eclipses eram extremamente temidos, significadores de catástrofes e tragédias. Imagens antigas simbolizam os eclipses como monstros terríveis. Até hoje, o Nodo Lunar, ponto em que ocorrem os eclipses, é representando iconograficamente, na astrologia, pela figura de um dragão. E são assim chamados: Caput e cauda draconis. Cabeça e cauda do dragão.

Um dos pontos de análise fundamental num mapa individual e mundano (astrologia política) refere-se a um tipo de ambiguidade que se carrega em qualquer trama. Caput draconis, o chamado Nodo Lunar, é como um personagem que sabe exatamente o que fazer mas “preferiria não fazer”, como Bartleby, o escrivão, de Herman Melville. Nos seguramos com tentáculos e ventosas àquilo que conhecemos e damos como certo, mesmo que isso gere sofrimento ou seja o próprio sofrimento. O Nodo Norte, ou nodo verdadeiro, é o caminho para onde você deve seguir rumo à superação de uma zona de conforto (o Nodo Sul). Cosmo é ordem mas é também movimento. O Nodo Sul é aquele padrão repetitivo que você precisa deixar para chegar a sua missão, que está no Nodo Norte.

Os nodos não são planetas. São pontos de intersecção entre a órbita da lua e o percurso do sol (a elíptica). Os ciclos do nodo, que acontecem em sentido horário (na ordem decrescente dos signos), são extremamente lentos: 18 anos e meio. Aos 18, 36 e 54 acontecem as principais revoluções dos nodos pessoais, com as quais se presta conta da ação e reação ao longo do processo de amadurecimento, quando conseguimos reunir muitas partes de nós mesmos e damos um sentido a mais, a cada fase atravessada.



O movimento diário dos nodos é de 3’ de arco, lento, e ele permanece cerca de um ano e meio num mesmo eixo. Na astrologia, existem 6 eixos, as chamadas polaridades: 1-7, correspondente a Áries e Libra, principio individual e social; 2-8, o eixo de Touro e Escorpião, que significam valores produzidos e compartilhados; 3-9, equivalente a Gêmeos e Sagitário, aprendizado pela comunicação e pelos ideais, 4-10, eixo de Câncer e Escorpião, passado e futuro; 5-10, Leão-Aquário, que representam individualidade e coletividade e 6-12, o eixo Virgem-Peixes, que nos falam sobre análise e síntese.

Desde março, saímos do eixo da Utilidade-Redenção, que marcou a passagem do nodo pelos signos de Virgem-Peixes, e entramos no eixo Leão e Aquário, que vai mexer com a capacidade criativa e o compartilhamento da experiência pessoal. São nesses nodos que acontecem os próximos eclipses solares e lunares, o primeiro deles na Lua nova em
leão, em 21 de agosto.

A ativação do nodo lunar Leão-Aquário é diferente para cada pessoa. Dependente da casa em que Leão estiver. Para isso, é preciso saber seu ascendente e verificar em que ponto do mapa o nodo está transitando. Na casa 1, individualidade; na 2, produtividade. Se o nodo está na 3, comunicação; na 4, família. Casa 5 e 6 referem-se à expressão social e trabalhos, respectivamente. Na 7, o nodo lunar ativa a empatia; na 8, as parcerias. Casa 9 e 10 estão relacionadas a metas e planejamento futuro, respectivamente. E finalmente as 11 e 12 destacam-se por questões ligadas ao coletivo e a sacrifícios individuais.


*As colunas assinadas não refletem, necessariamente, a opinião do NE10

PALAVRAS-CHAVE: entretenimento estelar mapa

Estelar Carol Leão Carol Leão é jornalista e fez doutorado em sociologia. Estuda mitologia e literatura desde criança mas há 8 anos se dedica com exclusividade à astrologia. Ama tarô, estrelas, fotografia, arquitetura moderna e estelar. Mantém a página Nau Astrologia e Cultura no Facebook.. carolinaleaorecife@gmail.com

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

  • De: Cristiano- 29/07/2017 22:22 Ótimo artigo, estou sempre procurando conteúdo para o meu Blog é sempre ter artigos como referencia. Abraço
Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo