AO VIVO
Acompanhe os lances do jogo entre Brasil e Costa Rica

O amor que guardei para mim

Os 5 passos para manter sua saúde mental nas relações

Publicado em 01/03/2018, às 08h20 | Atualizado em 01/03/2018, às 10h55

Por Malu Silveira

Parece difícil de acreditar, mas alguns hábitos simples podem nos ajudar nos relacionamentos  / Foto: Pixabay

Parece difícil de acreditar, mas alguns hábitos simples podem nos ajudar nos relacionamentos Foto: Pixabay

Se formos parar pra pensar direitinho, nosso estresse vem muito mais por causa da forma com que levamos nossas relações do que nos aspectos restantes de nossas vidas. Veja bem, os relacionamentos tóxicos, por exemplo, sejam eles com nossa família, amigos ou companheiros, representam a maior parte das nossas aflições. Um mal que os danos materiais dificilmente conseguem superar.

» Outros textos em O amor que guardei para mim

Por mais que a gente leia os mais diversos manuais e livros sobre boa convivência, além de torturar o nosso cérebro em sessões de terapia ou quebre o pau nas rodas de conversa, é óbvio que acertar a receita requer anos de experiência. E eu mesma ainda tenho poucos, por isso não é por conta própria que vou poder te ajudar (risos).

A verdade é que, na teoria sei pra cacete. Mas na prática, não me perguntem. Sei apenas que tenho feito das tripas coração para manter minha saúde mental quando me deparo com conflitos interpessoais. A boa notícia é que comprovei meus "rascunhos mentais" ao assistir uma reportagem com especialistas da área sobre como a pressão do cotidiano pode nos afetar física e mentalmente.

Quando questionado sobre o que devemos fazer nas nossas relações para melhorar nossa sensação de bem-estar (isso mesmo), o psiquiatra convidado, Tiago Queiroz, listou alguns hábitos que devemos manter (e também evitar). Coisa boa a gente deve compartilhar, por isso vamos nessa ser feliz? Vem cá que eu vou te mostrar o caminho da felicidade:

1. Seja assertivo com a outra pessoa

Em outras palavras: seja claro sobre suas intenções ao falar com os outros. Não use meias palavras ou enigmas. As pessoas não têm obrigação de ler nas entrelinhas. E, sejamos sinceros, o que você precisa esconder?

2. Elogie os outros sempre que possível

Você já percebeu que sempre reagimos de forma estranha aos elogios? Isso porque estamos muito mais acostumados a receber críticas. Quem critica acha que é urgente repreender. O elogio pode ficar para depois. Mas esse "depois" raramente chega. Prioridades, alguns diriam. Mas olha, se você soubesse o poder de um elogio... aposto que investiria nele mais vezes. Pensa nisso!

3. Exerça sua gratidão com o próximo

Em vez de apenas agradecer ao universo por todas as coisas boas que lhe acontecem ou favoritar a hashtag #gratidão em suas redes sociais, que tal, de fato, se mostrar grato para os outros? Sim, é hora de agradecer pelas gentilezas daqueles que nos rodeiam diariamente. Já parou para pensar que não é apenas o universo que conspira em seu favor? Nessa roda gigante que é a vida, tem um punhado de gente que tem papel fundamental na conquista do nosso sucesso.

4. Use a crítica construtiva

Se for necessário fazer uma crítica, opte por comentários construtivos, ou seja, opiniões que não venham carregadas de juízo de valor e depreciações. Se queremos o crescimento daqueles que amamos, certas reprimendas são necessárias. Mas vale lembrar que, se feitas com carinho, surtem muito mais efeito.

5. Aprenda a dizer não

Essa é minha favorita! Não porque as outras não sejam maravilhosas, mas é que esta daqui é difícil demais de cumprir. Nós simplesmente não sabemos dizer ‘não’. E, dessa forma, vamos abrindo espaço para diversos absurdos diários que acabam com nossa saúde mental aos poucos. Aprenda a dizer não mais vezes. E entenda, de uma vez por todas, que não é egoísmo pensar um pouco mais em você e menos nos outros.


*As colunas assinadas não refletem, necessariamente, a opinião do NE10

O amor que guardei para mim Malu Silveira é jornalista. Uma garota de palavras e que adora frases de efeito. Escreve para tentar entender a vida e esse tal do amor. Outros textos em www.oamorqueguardeiparamim.com.br. maluspmelo@gmail.com

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo