Usina de Histórias

Óa a minha cara de preocupado

Publicado em 14/03/2017, às 18h33 | Atualizado em 14/03/2017, às 18h51

Por Franco Benites

Que a gente possa sorrir mais diante dos problemas e dizer:

Que a gente possa sorrir mais diante dos problemas e dizer: 'óa a minha cara de preocupado' Foto: Reprodução/Internet

Dia desses fui abastecer o carro e um grupo de frentistas pertubava o funcionário que me atendia. Era algum tipo de piada interna, não entendi bem do que se tratava. A cada provocação, o atendente, que mais dava corda à brincadeira do que parecia chateado, respondia: 'óa a minha cara de preocupado'.

Passei uns dez minutos no posto e saí de lá com o carro abastecido, o sorriso animado do frentista na cabeça e resposta bem-humorada dele às provocações zunindo no ouvido.

Talvez o 'óa a minha cara de preocupado' fosse da boca pra fora e o frentista estivesse tentando disfarçar a irritação com os colegas [nunca se sabe a capacidade de dissimulação das pessoas - ainda mais quando estamos dentro de um carro preocupados com o preço da gasolina e atrasados para o trabalho].

Vai ver era fácil responder 'óa a minha cara de preocupado' porque o que provocava a resposta era algo simples, uma brincadeira tosca entre colegas de trabalho.

Há momentos em que não é possível simplesmente dar de ombros e dizer 'óa a minha cara de preocupado'. Difícil encher a boca com essa frase quando a grana fica curta demais, problemas de saúde aparecem, uma demissão surge pelo caminho ou alguém muito querido morre.



Há uma série de outras situações em que é difícil usar a mesma estratégia do frentista, mas também é verdade  que, no dia a dia, a gente se agasta com problemas pequenos demais e fica de mau humor por besteira quando deveria sorrir e soltar um 'óa a minha cara de preocupado' com mais frequência.

E vocês? Acharam esse texto besta besta ou otimista além da conta? Óa a minha cara de preocup... brincadeira =)

OUTROS TEXTOS DA COLUNA

Se essa rua fosse minha

Grupos de whatsapp

A irreverência do folião

O amor é filme

*As colunas assinadas não refletem, necessariamente, a opinião do NE10

Usina de Histórias Franco Benites Franco Benites é jornalista e repórter do Jornal do Commercio. Entende que o mundo vai além da briga entre esquerda e direita e foi feito para ser vivido, observado e narrado. francobenites@gmail.com

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo