Web gourmet

Descubra a temperatura ideal para degustar as cervejas artesanais

Publicado em 16/09/2017, às 14h14 | Atualizado em 16/09/2017, às 19h12

Por Eduardo Gazal

Cada cerveja artesanal tem a temperatura ideal para ser degustada / Foto: Eduardo Gazal

Cada cerveja artesanal tem a temperatura ideal para ser degustada Foto: Eduardo Gazal

Quando se fala em cerveja no Brasil a expressão “estupidamente gelada” já vem acompanhada. No entanto, será que existe uma temperatura ideal quando o assunto é degustação das cervejas artesanais?

“Uma regra é certa: não devem ser utilizados graus negativos para resfriar a cerveja. Temperaturas muito baixas tiram todo o gosto da bebida, tornando impossível uma degustação correta”, afirma o sócio da Debron Bier, Thomé Calmon.

Temperaturas muito baixas tiram todo o gosto da bebida, tornando impossível uma degustação correta

Cientificamente, a questão é explicada pela ação nas papilas gustativas. Quando extremamente resfriadas, sofrem uma espécie de anestesia, fazendo com que não se sinta direito o gosto e a diferença de sabores e sensações.

Desta maneira, para uma apreciação correta, Calmon dá a dica: “Temperaturas mais baixas permitem uma boa degustação de cervejas mais fracas, como é o caso das Lagers. As mais quentes são ideais para apreciar sabores e aromas mais complexos, como as Stouts e Golden Ale”.

Foto: Divulgação

Abaixo, Thomé indica, em uma escala de temperatura das cervejas artesanais, o resfriamento ideal para cada uma delas:

0 a 4° - temperatura ideal para as Lagers.
5 a 7° - temperatura ideal para degustar cervejas mais claras, com ésteres frutados, como é o caso das Weiss e Witbier.
8 a 12° - temperatura ideal para as mais escuras. Como é o caso da Golden Ale e Vienna.
13 a 15° - temperatura ideal para as cervejas mais fortes. Algumas Ale e Stouts são ideias para serem apreciadas nestas temperaturas.

Conheça estilos de cervejas e dicas de harmonização para algumas cervejas produzidas pela Debron Bier:

Lager - Produzida de acordo com a lei da pureza de 1516, ou seja, é puro malte. Uma cerveja de baixa fermentação, dourada e com espuma cremosa. Com aromas que remetem a cereais e um suave floral de lúpulo, sabor leve e refrescante. A Debron Pilsen é ideal para quem busca degustar uma pilsen de verdade.
APV: 4,5% - IBU: 10 - Cor: 9EBC
Harmonização: Perfeita para acompanhar frutos do mar, aves em geral, saladas e comidas da culinária asiáticas.

Weizen – É uma cerveja de trigo de alta fermentação, inspirada nas típicas receitas da Baviera, região sul da Alemanha. De coloração amarelo claro e ligeiramente turva, com espuma abudante, possui aromas e sabores intensos, que lembram banana, cravo e noz. A Weizen é a típica cerveja do verão europeu. Perfeita para o nosso clima e para novos consumidores de cerveja artesanal.
APV: 5,0% - IBU: 15 - COR: 11EBC
Harmonização: Peixes, frutos do mar, pratos apimentados ou petiscos picantes.

Witbier – É um estilo típico da escola belga. Leva trigo, tem textura saborosa e cremosa. É cuidadosamente condimentada com sementes de coentro, raspas de laranja e limão siciliano. Resulta em um sabor cítrico e refrescante.
APV: 5,6% - IBU: 16 - COR: 6,5 EBC
Harmonização: Perfeita para acompanhar peixes suaves, sushis, frutos do mar e queijo brie.

Golden Ale Debron deve ser consumida entre 8 e 12°

Golden Ale Debron deve ser consumida entre 8 e 12° Foto: Divulgação


Vienna – A Vienna é inspirada no estilo criado na Austria em 1841. Tem cor âmbar intensa, com rica maltosidade e dulçor discretos, equilibrados pelo retrogosto dos lúpulos nobres. É uma cerveja bem versátil e de rica harmonização, seu aroma exalta todos os maltes da receita.
APV: 5,3% - IBU: 25 - COR: 6,5 EBC
Harmonização: Hamburguers, filés, pizzas, carnes grelhadas, frango sem molhos pesados.

Imperial Stout – Cerveja escura, robusta e alcoólica, de sensação aveludada. Aromas e sabores fortes vindos dos maltes torrados e notas de frutas secas e escuras, toffee, chocolate e café. Leva na composição 5 tipos de maltes nobres, rapadura e amêndoas de cacau o que torna essa cerveja mais complexa.
APV: 9.6% - IBU: 58 - COR: 130 EBC
Harmonização: Harmoniza bem com carnes intensas, cheescake e sobremesas a base de chocolate.

Golden Ale – Segue a receita mais popular na Inglaterra. É uma cerveja de alta fermentação de cor laranja acobreada, brilhante e com espuma baixa. Os aromas e sabores remetem ao cítrico com notas frutadas, malte caramelo e lúpulo, com médio amargor e de gosto seco.
APV: 5,30% - IBU: 32 - COR: 14,8 EBC
Harmonização: Excelente para acompanhar qualquer tipo de prato de carne, desde bifes a pato, frango ou cabrito.

Pale Ale – Cerveja forte e escura, sendo um exemplo autentico do estilo american índia pale ale fabricado no Brasil. Com 70 de IBU, 6,8% de teor alcoolico, a debron IPA exibe um denso creme, e apresenta coloração âmbar brilhante. Tem o amargor característico, sendo refrescante e mostrando notas condimentadas. Aroma fruta, floral e cítrico.
APV: 6,8% - IBU: 70 - COR: 15EBC
Harmonização: Harmoniza com carne vermelha, hambúrgueres, queijo grana padano, parmesão e pecorino.

Saiba mais:

Para enterder o significado de siglas e nomenclaturas de estilos, recomendo a consulta de conteúdo publicado com o título "Guia obrigatório para os amantes das cervejas artesanais" (BJCP 2015 - Beer Judge Certification Program ) AQUI

 

 

 


*As colunas assinadas não refletem, necessariamente, a opinião do NE10

Web gourmet Eduardo Gazal pós-­graduado em Gastronomia Brasileira e ainda um cozinheiro por paixão!. eduardogazal@gmail.com

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

  • De: Renato- 17/09/2017 19:56 Matéria muito bem feita! Parabéns!
Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo