Nobel

Bob Dylan receberá Nobel de Literatura no fim de semana em Estocolmo

Publicado em 29/03/2017 , às 10 h10

ABr

Cantor foi condecorado com o Nobel de Literatura ano passado / Foto: AFP

Cantor foi condecorado com o Nobel de Literatura ano passado Foto: AFP

A Academia Sueca informou nesta quarta-feira (29) que entregará no fim de semana, em Estocolmo, o Nobel de Literatura 2016 ao cantor americano Bob Dylan, aproveitando sua presença na capital sueca para dois shows. A informação é da Agência EFE.

"A Academia e Bob Dylan decidiram se reunir neste fim de semana. A Academia dará o diploma e a medalha e o felicitará pelo Nobel de Literatura. O encontro será íntimo e não haverá veículos de imprensa presentes, só Dylan e membros da Academia", anunciou em seu blog a secretária permanente da instituição, Sara Danius, que explicou que seguiam assim os "desejos" do músico.

Ausente dos atos do Nobel em dezembro por "compromissos prévios", Dylan não se pronunciará agora ao receber o prêmio, embora a Academia acredite que ele enviará uma versão gravada, requisito necessário para receber os 8 milhões de coroas (US$ 900 mil) concedidos.

"A Academia tem razões para acreditar que uma versão gravada será enviada mais adiante. Os discursos do Nobel são apresentados de vez em quando gravados, a última vez foi com Alice Munro em 2013. Por enquanto, não há mais detalhes", afirmou Sara Danius.

Ela tinha informado ontem que a Academia não tinha notícias de Dylan e lembrado que o prazo para a conferência de recepção do prêmio - que não tem que ser presencial - era de seis meses a contar de dezembro, segundo os estatutos da Fundação Nobel.



"A Academia Sueca comunica que não houve nenhuma conversa telefônica com Bob Dylan nos últimos meses. Ele é consciente de que a conferência de recepção deve ser feita o mais tardar em 10 de junho se quiser receber a dotação econômica", escreveu Sara Danius em seu blog.

Bob Dylan foi reconhecido com o Nobel de Literatura em outubro, por criar "novas expressões poéticas dentro da grande tradição da canção americana". A escolha surpreendeu, por ser a primeira vez que um cantor foi premiado.

Após tentar ligar para ele sem sucesso durante vários dias, a Academia Sueca desistiu, enquanto um de seus membros, o escritor Per Wästberg, o qualificava de "rude" e "arrogante".

Em conversa telefônica com Sara, Dylan aceitou finalmente o Nobel e agradeceu um prêmio que lhe deixou "sem palavras".

O músico americano alegou "compromissos prévios" para não viajar a Estocolmo, embora tenha enviado um discurso de agradecimento que foi lido pela embaixadora dos Estados Unidos na Suécia, durante o banquete oferecido aos agraciados.


Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

SERVIÇOSNE10


Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo