CAROL ROSSETTI

Ilustrações para libertar as mulheres das convenções sociais

Publicado em 18/07/2014, às 18h28 | Atualizado em 18/07/2014, às 22h42

Isabelle Figueirôa Do NE10

Carol Rossetti encontrou no desenho uma maneira de combater o machismo / Foto: Divulgação

Carol Rossetti encontrou no desenho uma maneira de combater o machismo Foto: Divulgação


Ter seios grandes ou pequenos, não ser mãe ou parir por vias naturais, usar tatuagens ou cabelos curtos, ser magra ou gorda, fiel ou ter sexo casual, exibir as celulites ou cicatrizes, vestir roupa curta ou um hijab, gostar de homens, de mulheres, de ambos ou de nenhum. Essas são algumas questões abordadas pela designer e ilustradora mineira Carol Rossetti, assumidamente feminista, que encontrou no desenho a maneira de combater o machismo de forma leve, criativa e, sobretudo, séria.

» Livro e loja online estão nos planos da ilustradora Carol Rossetti
     
Com a proposta de deixar a vida feminina mais livre, segura e feliz, Carol Rossetti criou no início de abril deste ano uma comunidade no Facebook. O grupo já conta com mais de 111 mil curtidores. Entre os comentários, internautas falam sobre suas experiências ou sugerem novas postagens.

http://produtos.ne10.uol.com.br/saojoao/wp-content/uploads/2014/07/carol-rossetti_ftp10.jpg

Na ilustração sobre o tamanho do seio, uma jovem postou: "respeitem quando eu digo que vou diminuir os meus [seios] e parem de tratar isso como falsa modéstia". É Carol Rossetti libertando as amarras machistas e estereotipadas.
    
Além de questões feministas, a ilustradora aborda outros temas transversais como racismo, preconceito religioso, questões LGBT e discriminação com pessoas deficientes. Alguns textos das ilustrações são traduzidos para o inglês, espanhol, francês e outras línguas.
    
O trabalho de Carol pode ser acompanhado apenas no:
- Facebook: facebook.com/carolrossettidesign
- Tumblr: carolrossettidesign.tumblr.com
- Instagram: instagram.com/carolrossetti88
     
Veja algumas das ilustrações e seja mais um(a) a defender a liberdade da mulher:

http://produtos.ne10.uol.com.br/saojoao/wp-content/uploads/2014/07/carol-rossetti_ftp1.jpg

http://produtos.ne10.uol.com.br/saojoao/wp-content/uploads/2014/07/carol-rossetti_ftp2.jpg

http://produtos.ne10.uol.com.br/saojoao/wp-content/uploads/2014/07/carol-rossetti_ftp3.jpg

http://produtos.ne10.uol.com.br/saojoao/wp-content/uploads/2014/07/carol-rossetti_ftp4.jpg

http://produtos.ne10.uol.com.br/saojoao/wp-content/uploads/2014/07/carol-rossetti_ftp5.jpg

http://produtos.ne10.uol.com.br/saojoao/wp-content/uploads/2014/07/carol-rossetti_ftp6.jpg

http://produtos.ne10.uol.com.br/saojoao/wp-content/uploads/2014/07/carol-rossetti_ftp7.jpg

http://produtos.ne10.uol.com.br/saojoao/wp-content/uploads/2014/07/carol-rossetti_ftp8.jpg

http://produtos.ne10.uol.com.br/saojoao/wp-content/uploads/2014/07/carol-rossetti_ftp9.jpg

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

  • De: Lourdes- 02/11/2014 12:08 hoje em dia tudo é "escolha",até mesmo reforçar padrões machistas.Engraçado que quando os homens fazem o que eles querem,aí não pode,é machismo!! Mas mulher pode perfeitamente "escolher" reforçar padrões culturais discriminatórios contra eles mesmas! Brilhante essas feministas.....
  • De: pauletas- 19/07/2014 10:30 Reportagem inútil essa hein ???
Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo